Lições de vida




Maggie Moran e seu marido são comuns, até um pouco tediosos. E é esse realismo que torna esta história tão eficaz e comovente... Começa em um dia de verão, quando Maggie e Ira viajam de Baltimore para a Pensilvânia para um funeral. Maggie é impetuosa, desastrada, desajeitada, propensa a acidentes e tagarela. Ira é reservado, preciso, respeitável, tem uma mania irritante de assobiar músicas que traem seus pensamentos mais profundos e acha que sua esposa transforma os fatos de maneira que se encaixem na sua opinião sobre as pessoas que ama.

Ambos sentem que seus filhos são estranhos, que a cultura das novas gerações está indo por água abaixo e que, de alguma forma, se enganaram com essa sociedade cujos valores não reconhecem mais. Mas esta viagem vai levá-los a refletir sobre estas angústias, e vai mostrá-los como é importante reavaliar seus sentimentos.

Eu ganhei esse livro do blog Um Minuto, Um Livro  no início de março, mas só tive tempo para lê-lo agora. Nunca tinha ouvido falar na autora, Anne Tyler, então não tinha ideia do que esperar da obra. Logo no começo, levei um susto: o primeiro capítulo tem 50 páginas! Nunca tinha lido um livro com capítulos tão grandes e, como eu gosto sempre de pausar a leitura no final de um capítulo, isso foi algo que me incomodou um pouco, nem sempre eu tinha tempo para ler 50 ou mais páginas de uma vez e acabava deixando o livro de lado.
A história do livro em si é muito comum, não é um livro com grandes acontecimentos e surpresas. No início, simpatizei com a Maggie, mas foi só a história ir se desenrolando para eu ficar com raiva dela. Ira não poderia ter mais razão quando diz que a esposa transforma os fatos de maneira que se encaixem na sua opinião sobre as pessoas que ama. Maggie mente boa parte do tempo para que tudo aconteça do modo que ela acha que seja correto e isso me irritou bastante.
O livro é dividido em três partes, a primeira é contada pelo ponto de vista de Maggie, a segunda pelo ponto de vista de Ira e a terceira pelo da Maggie de novo. A parte que mais me agradou foi a contada pelo Ira, deu para perceber que ele não era tão frio e distante quanto sua esposa acreditava e fez vários sacrifícios pelo bem da sua família.
Quando eu estava tomando gosto pela história e ficando curiosa para saber o que poderia acontecer em seguida, o livro acabou e fiquei com uma sensação esquisita de que estava faltando algo. Não é um livro ruim, consegui me envolver com a leitura em várias partes, mas não é uma leitura recomendada para quem gosta de histórias mais dinâmicas e com vários acontecimentos, ele também é cheio de flashbacks, principalmente quando Maggie relembra fatos que aconteceram vários anos atrás, e isso nem sempre é sinalizado de forma clara, muitas vezes tive que reler alguns trechos para me dar conta que estavam se passando em outra época.
E vocês, já leram esse livro ou outro da autora?

18 comentários:

  1. Oiii, eu nunca li esse livro e a sinopse e capa não me chamaram atenção.
    Juntando com sua resenha, agora sei que esse livro vai pra lista dos livros que nunca vou ler ahahha

    Beijos,
    Natália.

    www.doprefacioaoepilogo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Misericórdia, 50 páginas em um único capítulo? Oo Nunca vi isso na vida! hahaha
    Eu sou dessas que gostam de histórias mais dinâmicas, pois só paro a leitura quando acabo o capítulo. E também a proposta não chamou muito minha atenção.

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  3. Nunca li dessa autora, e eu gosto de livros que tem algo sempre "acontecendo" ou eu fico no tédio heheh. Muito interessante sua resenha, amei a capa do livro... Mas acho que não leria o livro, obrigada pela sua sinceridade <3

    Beijos amada,
    - Blog Vitoria Martini

    - Instagram @vitoriamartini

    ResponderExcluir
  4. Aquele tipo de livro que você já prepara o lencinho e a existência :')
    Te curti, te segui e digo que vou ler esse livro! Sua resenha me despertou curiosidade.

    Devaneios da Bella

    ResponderExcluir
  5. Eu também nunca tinha ouvido falar da autora. Eu, não tenho o habito da leitura e para eu parar um pouquinho e ler algo, é muito difícil pois tem que me chamar muuuito a atenção.
    Eu acredito que não gostaria de ler,pois,como você falou, o livro não tem surpresas!
    Beijinhos ❤
    http://www.alecanofre.com/
    https://www.youtube.com/alecanofremakeup/

    ResponderExcluir
  6. Nunca li nada da autora, mas pela sinopse e pelos aspectos negativos que você falou na resenha também não fiquei com muita vontade... Eu também sou dessas que gosta de pausar a leitura quando acabo um capítulo, é muito chato quando os capítulos são enormes haha
    Um beijão,
    Gabi do likegabs.blogspot.com ♡

    ResponderExcluir
  7. Eu também nunca tinha ouvido falar na autora, consequentemente nunca li uma obra dela. Achei interessante o livro ser dividido pelo olhar de casa personagem. Acho que não teria tanta paciência pois também pauso a leitura por capítulos.

    www.priscilaaborda.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Bianca,
    Confesso que prefiro livro mais dinâmicos, então sei que com certeza seria uma leitura lenta para mim.Mas adorei conhecer um pouco da história através da sua resenha.
    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir
  9. Gostei da resenha, deve ser um livro bem interessante e envolvente.
    Beijos e bom final de semana
    Diário de Casada

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia ainda o livro, adorei essa dica.
    Beijos
    BlogCarolNM
    FanPage

    ResponderExcluir
  11. Oi Bianca,
    Eu não conhecia nem o livro, nem a autora.
    Uma pena que acaba do nada, isso me desanima um pouco.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi Bianca, não conheço essa obra, mas ela não me pareceu ser uma leitura muito atrativa, não sei se leria, mas quem sabe eu mude de ideia. beijos,

    Jéssica Patrício - pitadadecinemaeleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Bianca, não conheço essa obra, mas ela não me pareceu ser uma leitura muito atrativa, não sei se leria, mas quem sabe eu mude de ideia. beijos,

    Jéssica Patrício - pitadadecinemaeleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi Bianca, não conheço essa obra, mas ela não me apareceu uma leitura muito atrativa, não sei se leria, mas quem sabe eu mude de ideia. beijos,

    Jéssica Patrício - pitadadecinemaeleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Não conhecia nem o livro, nem a autora! Não é bem o tipo de leitura que costumo escolher, sou mais de fantasia e distopia, hehe. Um beijo!

    ResponderExcluir
  16. oi, oi.

    eu li o livro em 2013/2014, não lembro agora o ano, mas, olha, tbm senti o mesmo que você: a gente se envolve tanto com os personagens que, quando acaba, ficamos meio desorientados e querendo mais. hahaha. fico feliz que tu tenha gostado. <3

    bjs!
    Não me venha com desculpas

    ResponderExcluir

Comentários sobre o post são sempre bem-vindos, mas comentários do tipo "Legal, passa no meu blog" serão ignorados.
Nem sempre respondo os comentários aqui, mas se seu comentário foi sobre o post, com certeza irei responder no seu blog.