Montevidéu - parte 4

No nosso quarto dia em Montevidéu, tínhamos programado de ir visitar o Parque de Esculturas. Nós tínhamos visto sobre o parque na internet e até sabíamos o endereço, mas os taxistas de lá cismaram que o lugar não existia. Resolvemos ir ao endereço que tínhamos e encontramos o parque que foi inaugurado em 1996.
Ele foi feito para comemorar o centenário do Banco da República Oriental do Uruguai e tem várias esculturas feitas com diversos materiais.


É uma pena que a maioria das esculturas esteja pichada, foi um dos poucos lugares de Montevidéu em que vimos isso.


Para quem estiver pensando em visitar não ficar perdido como nós, é só pedir para te levarem ao Edificio Libertad, o parque fica nos jardins dele.

Depois de tirar várias fotos com as esculturas, fomos a outro parque, esse bem mais famoso, o Parque Rodó.

Homenagem a José Enrique Rodó

 O Parque Rodó é um bairro e um parque ao mesmo tempo então vocês já devem imaginar que ele é bem grande, tem 42 hectares de extensão. Ele tem esse nome em homenagem ao escritor uruguaio José Enrique Rodó e em algumas esculturas podemos ver trechos de suas obras como a  da foto acima.
O parque conta com um lago artificial, uma área de jogos infantis, um parque de atrações mecânicas, e vários restaurantes.

Lago do Parque Rodó


Castelo do Parque Rodó
O parque também tem várias fontes e esculturas homenageando Einstein, Confúcio, Guilherme Tell e personalidades uruguaias. Existe um Pavilhão da Música onde podemos ver placas com homenagens a compositores como Beethoven e Wagner.

Uma das várias fontes do Parque Rodó

Como o parque é muito grande, dividimos nossa vista em duas partes: antes e depois do almoço. Almoçamos em um restaurante muito bom ali por perto chamado El Tigre. Lá eu pude experimentar o flan casero con dulce de leche que é um pudim com doce de leite uruguaio, maravilhoso!

Flan casero con dulce de leche

O doce de leite uruguaio é o melhor que já experimentei, comia todos os dias com panquecas no café da manhã e fiquei muito triste por não poder trazê-lo para o Brasil.

Como andamos o dia todo pelo parque, preferimos jantar em um restaurante próximo do hotel onde estávamos, comemos chivito canadense (sim, eu amei esse sanduíche) no restaurante San Rafael que ficava a uma rua do nosso hotel, na rua San José.

No próximo post contarei onde fomos no nosso último dia em terras uruguaias.








5 comentários:

  1. As fotos estão lindas (como sempre), mas esse Flan.. desculpa ganhou destaque aqui hahahaha faz tanto tempo que não como um *_*

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Esse flan caseiro me deu fome!!! haha estômago até roncou.
    Adorei as fotos, que lugar lindo, fiquei com bastante vontade de ir


    http://www.novaperspectiva.com/

    ResponderExcluir
  3. O lugar é lindo, mais um para eu colocar na minha lista de "lugares que quero conhecer antes de morrer"... mas realmente a foto do Flan ganhou destaque! =)

    http://www.gotinhasdeesperanca.com

    ResponderExcluir
  4. Olhei raídamente a foto do flan casero con dulce de leche e pensei que eram um castelo com um forte redondo, sei lá, rs. Muito legais as fotos, o texto e as dicas. Estão todas anotadas aqui para quando for visitar.

    ResponderExcluir
  5. Doce de leite uruguaio é sensacional, dá um banho no dos argentinos!!! Eu engordei uns 3 kg quando fui ao uruguai HAHAAHHAHAHA sdds.
    amei as fotos!

    ResponderExcluir

Comentários sobre o post são sempre bem-vindos, mas comentários do tipo "Legal, passa no meu blog" serão ignorados.
Nem sempre respondo os comentários aqui, mas se seu comentário foi sobre o post, com certeza irei responder no seu blog.