Cem anos de solidão



Em Cem anos de solidão, Gabriel Garcia Márquez narra a incrível e triste história dos Buendía - a estirpe dos solitários para a qual não será dada uma segunda oportunidade sobre a terra. O livro também pode ser entendido como uma autêntica enciclopédia do imaginário.

O livro conta a história da família Buendía durante cem anos, da primeira até a sétima geração. José Arcádio Buendía e Úrsula Iguarán fundam a cidade fictícia de Macondo e é nela que toda a história acontece.
Eu fiquei muito confusa por causa da repetição dos nomes dos personagens e toda hora tinha que ir até a primeira página e ver a árvore genealógica da família para entender sobre quem o autor estava falando. Tirei até uma foto da página para vocês terem noção da repetição.


 Por causa disso, muitas vezes a leitura se tornou cansativa para mim e eu demorava para me situar na história.
Apesar desse pequeno problema, foi uma história muito boa e achei o final do livro surpreendente. Muita gente tinha me dito que esse era um livro fantástico, um dos melhores que eles já tinham lido, mas, sinceramente, não achei isso tudo, acho que depois de um tempo vou relê-lo para ver se essa repetição de nomes não me atrapalha tanto e mudo de ideia.

2 comentários:

  1. Nunca li nada do Gabriel Garcia Marquez, acredita?! Acho que pq sempre ouvi falar que a leitura é um pouco difícil... mas preciso tentar para ver o que eu acho né?!
    Bjs
    Conceito Gaya

    ResponderExcluir
  2. Lembro do meu pai com esse livro rs mas ainda não li.

    ResponderExcluir

Comentários sobre o post são sempre bem-vindos, mas comentários do tipo "Legal, passa no meu blog" serão ignorados.
Nem sempre respondo os comentários aqui, mas se seu comentário foi sobre o post, com certeza irei responder no seu blog.