BC: Das cartas que eu nunca te escrevi



Este post faz parte da blogagem coletiva do Rotaroots, um grupo de blogueiros saudosistas que resgata a velha e verdadeira paixão por manter seus diários virtuais. Quer participar? Então faça parte do nosso grupo no Facebook e inscreva-se no Rotation.

Olá, como você está?

Esses dias abri a caixa onde guardo minhas correspondências e encontrei todas as suas cartas, cartões e bilhetes. Voltei no tempo em que éramos inseparáveis e senti saudades. Passamos por tanta coisa juntas, tantos anos de amizade e eu nem sei como nos tornamos praticamente estranhas hoje em dia. Eu não sei mais nada da sua vida e nem você da minha, logo nós que conseguíamos sentir o que a outra estava pensando só de olhar uma para a outra.
Não sei exatamente quando a nossa amizade começou a morrer, não sei se a distância física fez com que a separação fosse mais abrupta e permanente, prefiro pensar que tinha que ser assim. Já chorei muito, me senti sozinha e senti sua falta, te procurei e nunca encontrei a minha velha amiga de sempre. Viramos aquelas pessoas que só se falam nos aniversários, Natal e Ano Novo e que, por mais que se esforcem, não conseguem fazer uma conversar fluir.
Apesar de toda essa distância eu só queria te dizer que os momentos que vivemos juntas nunca sairão da minha memória (afinal foram mais de 10 anos de convivência) e que sempre terei um carinho especial por você e sua família. Espero que você esteja vivendo momentos de alegria e aprendizado e que se ainda tiver as minhas cartas, que as olhe com o mesmo carinho que eu olho para as suas e se lembre de todos os momentos que vivemos com a mesma saudade que eu me lembro.

Obrigada por tudo!

Beijos,

Bianca

4 comentários:

  1. Gosteei desse grupo, vou participar...

    ótimo texto *--*

    Tá rolando sorteio no blog, aproveita!
    Blog da Cristtine

    Fan page

    ResponderExcluir
  2. Oi Bianca! É minha primeira visita aqui e ainda não entendi direito como funciona, mas solicitei entrada no grupo para entender e quem sabe participar.
    Acho bem legal cartas.
    Adorei a tua. Existem pessoas que passam pelas nossas vidas e se tornam inesquecíveis, amizades, pessoas que a gente ama e nunca imaginou que um dia partiria de nossas vidas sem deixar vestígios de um novo contato.
    É meio triste, mas é a vida e o positivo é que sempre há novas pessoas para nos acompanhar.
    Beijos.

    http://colunadami.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. grandes amizades nunca "morrem", sabe? Acho que nós temos que tentar, sempre, ter essas pessoas nas nossas vidas, porque, visivelmente, ela foi alguém importante e que te fez muito bem, né? Então, não perde a oportunidade, mostre a ela esse post :D
    Um beijo,
    Isabella
    The Urban Trends
    Sorteio: Vestido da Romwe

    ResponderExcluir
  4. Eu fico meio triste quando ligo pra dar parabéns pra alguém que antes passava horas comigo papeando sobre tudo e sobre nova e vejo a ligação durar só cinco minutos. Mas é normal, eu acho. O importante é ser "eterno enquanto dura" e os momentos maravilhosos que passamos ao lado dessas pessoas =D
    Adorei o foco da sua carta, ficou bem bonita!

    ResponderExcluir

Comentários sobre o post são sempre bem-vindos, mas comentários do tipo "Legal, passa no meu blog" serão ignorados.
Nem sempre respondo os comentários aqui, mas se seu comentário foi sobre o post, com certeza irei responder no seu blog.