Ame o que é seu


“Como amar de verdade a pessoa que está comigo, se não consigo esquecer alguém que ficou no passado?”.

O tema deste livro deixa aquela pulga atrás da orelha, te faz imaginar como seria a vida se tivéssemos feitos outras escolhas. Esta é uma história para quem algum dia já se perguntou isso.
Em "Ame o que é seu" o leitor encontrará a história de uma mulher (Ellen) dividida entre o amor real e aquele fatídico 'E, se'.
O casamento de Ellen e Andy não parece perfeito, ele é perfeito. São inegáveis a profundidade da devoção mútua e o quanto um desperta o melhor do outro. Mas por obra do destino, certa tarde, Ellen revê Leo pela primeira vez em oito anos. Leo, aquele que partiu seu coração sem se explicar, aquele que ela não conseguiu esquecer.
Quando o reaparecimento dele desperta sentimentos há muito adormecidos, Ellen se põe a questionar se sua vida atual é de fato como ela queria que fosse.
O desenrolar da história é contagiante, pois a cada página acontecem novas cenas que é quase impossível abandonar a leitura, ou ... não se colocar em seu lugar. (Skoob)

 Comecei a ler esse livro porque ele apareceu na minha lista de recomendações no Skoob e não me arrependi. Acho que em algum ponto da vida todo mundo pára para pensar como seria se você tivesse feito escolhas diferentes. Será que seria mais feliz do que é hoje? Isso é o que acontece com Ellen quando reencontra Léo, um amor do passado, 8 anos após o término do relacionamento deles. Ela já está casada e sente que tem uma vida feliz ao lado de seu marido, Andy, mas não consegue parar de pensar em Léo desde que o vê em um cruzamento em Nova Iorque.
A partir daí, acontecem várias reviravoltas na trama e ficamos sem saber se Ellen vai largar tudo e voltar para o ex ou se vai ficar com seu marido. Não vou contar com quem ela fica no final do livro, pois alguém pode se interessar em ler, mas posso dizer que fiquei feliz com a escolha que ela tomou e que eu faria igual.

4 comentários:

  1. Cara. Vou comprar esse livro. Vira e mexe tenho essa coisa do passado que me incomoda. Vou salvar aqui já o título. Eu conheço essa autora e sei que ela é boa. Espero que ela fique com o marido, é o que eu faria.
    http://www.canseidesernerd.com

    ResponderExcluir
  2. Fiquei com a pulga atrás da orelha, mas olha, vou te contar, prefiro não olhar pra trás. Se a gente viver no e se, a gente não vive.
    Parece um livro bacana. :)

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Gostei demais, fiquei super curiosa pra saber rs. Mas eu costumo pensar que sou muito mais feliz com o que tenho do que com o que eu poderia ter.
    Beijos

    http://diadespa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Agora fiquei com vontade de ler.
    Esse livro mostra uma realidade que acontece nas nossas vidas, esse pensamento de: "e se...", não só no amor, mas em diversas outras coisas.

    Beijos

    ResponderExcluir

Comentários sobre o post são sempre bem-vindos, mas comentários do tipo "Legal, passa no meu blog" serão ignorados.
Nem sempre respondo os comentários aqui, mas se seu comentário foi sobre o post, com certeza irei responder no seu blog.