O Diário de Anne Frank


"12 de junho de 1942 - 1° de agosto de 1944. Ao longo deste período, a jovem Anne Frank escreveu em seu diário toda a tensão que a família Frank sofreu durante a Segunda Guerra Mundial. Ao fim de muitos dias de silêncio e medo aterrorizante, eles foram descobertos pelos nazistas e deportados para campos de concentração. Anne inicialmente seguiu para Auschwitz e mais tarde para Bergen-Belsen."

Esse livro estava na minha lista de leitura há um tempão e finalmente consegui lê-lo. Fiquei fascinada pelo jeito como Anne escreve apesar de só ter treze anos quando começa o seu diário. Fiquei triste, muitas vezes, quando ela falava de seus sonhos e o que gostaria de fazer quando estivesse de volta em sua casa porque, infelizmente, ela não pode voltar lá. Das oito pessoas que moravam no anexo (local secreto onde Anne, sua família e outras quatro pessoas se escondiam), somente o pai dela, Otto Frank, sobreviveu. Foi ele, com a ajuda de uma amiga, que editou o diário da filha e o publicou anos depois.
É uma leitura muito interessante para quem gosta de História, pois quem narra os acontecimentos é alguém que realmente os vivencia. Apesar de estar presa e em uma situação difícil, Anne continua sendo uma adolescente comum que narra em seu diário as brigas com a mãe, suas paixões e sonhos.

2 comentários:

  1. Esta é uma leitura que ainda vou fazer , com tantos afazeres , não dá pra ter tempo,
    mas acho que é muito bom.
    Bom fim de semana.
    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Li esse livro porque era obrigatório na minha escola,achei que era interessante!! Tambem já vi o filme aqui há uns dois anos e super me apaixonei,retrata uma grande história!! Beijinhos fofinhos!! mundomusicaldacarolina.blogspot.pt

    ResponderExcluir

Comentários sobre o post são sempre bem-vindos, mas comentários do tipo "Legal, passa no meu blog" serão ignorados.
Nem sempre respondo os comentários aqui, mas se seu comentário foi sobre o post, com certeza irei responder no seu blog.